Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

avatar
Administrador

Ver perfil do usuário
em Ter 28 Dez 2010, 21:01
Oi pessoal! Este tutorial eu traduzi do CGSociety. A autora não diz qual
programa usa para fazê-lo. Pelas ferramentas utilizadas parece ser o
painter, mas, como acredito que a maioria das pessoas tem Photoshop, e
que é possível fazer neste programa, coloquei nesta áera.


Tutorial: Como pintar olhos realistas
Autora: Linda Bergkvist
Tradução: Bola Verde
Dificuldade: Difícil
Programa: Photoshop ou Painter


O
olho é provavelmente a coisa mais marcante da face humana. É onde
olhamos quando estamos falando com alguém. É de onde as lágrimas
emergem; é onde nós indicamos o que estamos olhando e às vezes o que
estamos pensando. Se você fez uma pintura lindamente mas os olhos
parecem mortos, você não pintou um humano – você pintou um manequim.

Passo 1:
Vamos
começar com uma tela em branco, somente pinte ela de uma cor-de-pele.
Escolher uma boa cor de início para a pele normalmente tem algum impacto
em todas as outras cores que serão escolhidas depois – por essa razão, é
sempre vital começar com uma cor que não é muito rosa, nem muito
laranja, e nem muito saturada.

Erros comuns: Usar uma cor
que é muito saturada ou muito cinza, uma cor que é muito laranja ou
muito rosa. Tente achar o equilíbrio, isso vai afetar o resto da
pintura.



Passo 2:
Desenhe
um rascunho simples. Existem algumas coisas aqui que as pessoas tendem a
esquecer. A primeira é que existe uma pálpebra em baixo do olho tanto
quanto em cima. Sem essa pálpebra, o olho não vai ficar natural no
rosto. Depois, nós temos o canto do olho de onde as lágrimas saem.
Deixar essas coisas de lado é o erro mais comum no caso de pintura de
olhos. Vamos deixar essas “linhas rascunho” em uma camada totalmente
separada, no topo de todas as outras.

Erros comuns: Esquecer a linha de baixo. Esquecer o canto do olho.



Passo 3:
Depois,
nós tentamos fazer o sentido de forma do olho. Se nós escurecermos a
parte de baixo do olho, e clarear a parte de cima, de repente vemos algo
aparecendo. Uma aparência achatada estraga o olho inteiro, então é
muito importante que façamos a aparência arredondada. O fato é que a
área que está em volta do olho deve mostrar o seu formato. O olho é
branco e você não será capaz de mostrar muita de sua forma porque ela
está, na maior parte, escondida, mas sombreando em volta você dá a mesma
mensagem sem fazer o olho parecer esbugalhado. Estou usando um rosa
quente aqui para clarear, e um marrom dessaturado para sombrear. Isso
vai mudar mais tarde.



Passo 4:
Tente
imaginar que existem linhas através de seu rosto, mostrando sua forma –
às vezes é difícil ver como a estrutura se comporta somente olhando
para algo. Melhor ainda, pinte linhas retas descendo pelo seu rosto e
tire uma fotopara usar como referência. Você verá que as linhas parecem
tudo, menos retas, quando você se olha no espelho – de fato, você
descobrirá um jeito totalmente novo de olhar suas próprias
características. Quando for fazer sombreamentos, lembre dessas linhas.
Não é necessário pinta-las, a não ser que você ache estritamente
necessário (e em uma camada separada), mas tente imagina-las quando
estiver sombreando.

Erros comuns: Imaginar o olho, não
redondo, mas elíptico. Sombrear a parte branca do olho como se ela fosse
do tamanho que aparece, não considerando o que está escondido pelas
pálpebras e pele.



Passo 5:
Construa
a parte em volta do olho. Faça isso escolhendo uma cor clara (nete
caso, a mesma que usei para a pálpebra superior) e descubra onde a luz
deve ficar. Pessoas têm diferentes formas de olhos, mas uma regra padrão
é que existe um suave “cavidade” em baixo da sobrancelha e bem em cima
do osso da bochecha, e essa regra sempre vai ajudar a fazer a área em
volta do olho parecer menos achatada. Feche seu olho e trace a forma de
seu rosto com os dedos. Você vai sentir a curva da pálpebra, a área em
baixo da sobrancelha e a bochecha, certo? Lembre-se que áreas como essas
são propensas a deixa uma sombra. O problema aqui, claro, é que não
estamos pintando o rosto inteiro – é mais fácil encaixar um olho quando
existe algo onde ele pode ser encaixado.

Erros comuns: Sombrear totalmente. Usar preto pura ou mesmo linhas para fazer bordas.



Passos 6-7:
Depois
disso, precisamos definir as áreas que eu somente indiquei no passo
anterior. Estou trabalhando com “soft edges brushes” (pincéis com bordas
suaves). Em alguns locais, vou mudar para um “brush” (pincel) que é
redondo mas têm bordas ligeiramente borradas. Escolha cores mas
saturadas e quentes. Você pode clarear e sombrear usando cores únicas.
Trabalhe as sombras dentro da sobrancelha, porém, mais importante,
acentue o olho sombreando a pálpebra inferior um pouco mais e também
adicionando um pouco de forma à pálpebra superior. De novo, toque sua
própria pálpebra (cuidadosamente, continue com os olhos abertos) – isso
incomoda um pouco, mas não muito. Um erro comum é fazer a pálpebra
superior parecer enorme, e esquecer que quando estamos com os olhos
abertos a pálpebra fica suavemente dobrada. Agora vamos para os
“macetes”. Ao invés de comente sombrear, com cores escuras, em baixo do
olho e fazer com que ele pareça o olho de um bêbada que não dorme há 5
dias, vamos encontrar as formas com uma combinação de luzes e sombras.
Nunca esqueça que nas curvas e planos de um rosto, as cores devem estar
suaves entre si. Você vai ter um reflexo de luz diferente em diferentes
tipos de pele (normalmente oleoso em baixo dos olhos e em volta do
nariz, e “molhado” nos lábios). Você terá dobras mais nítidas (como a da
pálpebra superior) e dobras que vão se suavizando (como a pálpebra
inferior, que vai ficando mais suave assim que chega no canto do olho).
Um rosto não consiste somente de iluminadas bochechas, nariz, lábios e
queixo – ele tem todos os tipos de “colinas” e “vales”. Não interessa
quão bom você se torne em pintura, sempre vai parecer achatado e falso
até você entender essa formas.




Passo 8:
Tentar
achar uma combinação entre luzes e sombras nem sempre é fácil, mas é
muito mais efetivo do que tentar acha-la usando linhas. Eu nem preciso
das linhas rascunho aqui, elas só estão para mostrar a forma do olho
enquanto eu construo um rosto em volta. Novamente, acentuar as curvas,
planos e dobras com uma combinação de áreas mais claras e mais escuras.
Não estamos usando preto, não estamos usando branco. Todas variações do
mesmo tom de pele. Agora – se você é esperto, vai fazer a área em baixo
dos olhos levemente azulada e vai usar luzes quentes para as outras
partes do rosto. Se você escolher as cores diretamente desses exemplos,
você verá o que quero dizer quando digo “azulada”, eu não quero dizer
exatamente azul. Dando uma olhada, você verá que mesmo não tendo
desenhado o olho em si, ele já está pegando uma forma!



Passo 9:
Acabei
de dizer que o rosto já tem forma mesmo sem o olho, mas isso não
significa que podemos pular essa parte, certo? Vamos desenhá-lo. Não use
branco, use uma mistura de cinza-bege pálido e então pinte em cima da
cor da pele – eu descobri que essa combinação chega muito perto da
verdadeira cor do olho (o tom da pele normalmente reflete na superfície
brilhante do olho). Não coloque luzes neste olho ainda. É um desperdício
trabalhar no brilho do olho neste momento – afinal será coberto pela
íris e pela pupila. O que é mais importante, é que a forma do olho
esteja consistente com o sombreamento que você fez nas pálpebras. Se
você pensar bem, deve caber perfeitamente. Se você fez algo errado, o
olho parecerá uma bolinha de golfe dentro de um buraco. Contiue
imaginando a forma redonda dele, e se ajudar, desenhe linhas-guia da
forma arredondada em uma camada separada e então sombreie de acordo com
elas.

Erros comuns: pintar o olho de branco puro (FFFFFF).



Passo 10:
A
íris é completamente redonda. Na maior parte das vezes, um pedaço dela
será coberta pela pálpebra – se você esconder somente um pouco, o olho
vai parecer maior, chocado e observador (como no exemplo que estou
pintando aqui), enquanto esconder metade ou mais dará ao olho uma outra
expressão à ele: talvez preguiçoso, sedutor, astuto. Como o olho, nunca
deixe de imaginar a íris como algo redondo. Para ter absoluta certeza,
sempre pinte uma bolinha inteira em uma camada separada e depois
simplesmente apague a parte escondida pela pálpebra. Como foi mencionado
anteriormente, nós vemos os olhos, e nós definitivamente vemos se tem
algo errado. Uma íris não arredondada vai parecer deformada e com jeito
de alien – uma coisa ótima se é isso que você quer, mas não tão ótima se
o que você está procurando por uma aprência real e natural. Então
escolha uma cor escura (nada muito extremo) e pinte a íris. Então, em
cima dela, pinte uma cor um pouco mais clara que deixará uma borda
suavemente escura. Nem todos os olhos têm essa borda escura em volta da
íris, mas é isso que estamos estabelecendo isso agora mesmo.



Passo 11:
Assim
como a íris, a pupila é completamente redonda, sem dúvidas em relação à
isso. Pinte um círculo redondo (xD) e escuro no meio da íris. Somente
para tirar o peso da consciência, pinte uma manchinha branca em cima da
íris e da pupila, somente para ver como fica. Aqui está o olho, já um
pouco brilhante.

Erros comuns: Como foi dito anteriormente, existe uma tendência a fazer a íris não muito redonda.



Passo 12:
Não
existem linhas-rascunho escuras em um rosto de verdade, então é hora de
dar um fim nelas! Existem dois jeitos simples de fazer isso – ou você
simplesmente deleta a camada onde estão as linhas, ou você faz como eu
fiz aqui: pinte em cima delas. Eu descobri que pintar em cima de algo,
diferente de simplesmente deletar, ocasionalmente ajuda a dar vida à uma
pintura. Então, para continuar como está aqui no tutorial, pinte em
cima, não delete. O que temos depois de fazer tudo isso é um olho que
parece um pouco bagunçado. Usamos linhas como apoio, esquecendo de
sombrear as dobras, em vez de deixar as linhas fazerem isso. Então o
próximo passo é fazer a iluminação e sombreamento nas áreas que agora
parecem estranhas. Para isso, usei um “brush” (pincel) que tem uma borda
nítida e é redondo, ou algo parecido com isso:

Descobri
que esse brush é excelente para misturar cores, além de só pintar ou
manchar. Não esqueça o fato de que a pálpebra inferior se destaca um
pouco. Ela não vai de encontro com o olho – nós necessitamos de uma
pequena “borda” para lhe dar uma forma e mostrar que ela não
simplesmente “colada no lugar”. Pinte esta “borda” (um pouco acima dos
cílios) com uma cor cor-de-rosa ligeiramente mais clara do que o tom de
pele abaixo. Também, é uma boa idéia dar uma “rabiscada” na sobrancelha
neste momento, pois assim que as linhas são removidas, ela tende a
parecer somente um borrão escuro. Vamos arrumar isso mais tarde.

Erros comuns: Deixar as linhas ou imitá-las mesmo depois de deletadas.



Passo 13:
Neste
ponto, pegue um espelho. Olhe para seu olho no espelho, e perceba que a
parte branca vai ficando rosa quando vai chegando no canto do olho, e
que o rosa não é totalmente nítido. Nós precisamos de um pouco de brilho
aqui, um pouco de cor, para fazer isso ficar “acreditável”. Um pouco de
azul adicionado à cor do olho, e daí suaves toques de um brush redondo
para adicionar pequenas luzes aqui e ali. O mais importante aqui – tenha
cuidado, tem chances de você exagerar nesta área e acabar com um olho
que parece texturizado. Esse não é o objetivo. O objetivo é adicionar
pequenos pontos de realismo. Redefinir a forma do olho e adicionar mais
detalhes para a sobrancelha e o canto do olho é muito importante neste
momento. Eu descobri que ajuda, para deixar mais realista, melhorar a
forma do canto do olho iluminando em volta dela (dê uma olhada na imagem
13, exatamente do lado esquerdo do olho, e você vai ver uma pequena luz
ali). Tente trabalhar com mais cores. Tente encontrar laranjas, azuis,
vermelhos e lilases para discretamente adicionar aqui e ali e para
deixar com um jeito mais de pele mesmo, em volta do olho. Agora
começamos a pensar na íris. A íris é uma coisa confusa e normalmente faz
um olho “voar”. A primeira coisa para a definição da íris é adicionar
uma pequena sombra em cima dela.

Erros comuns: Esquecer de definir o canto do olho, ou até mesmo deixar essa área sem fazer.



Passo 14:
Crie
uma nova camada. Deixe a camada em “soft ligh”, e pinte com um vermelho
escuro para enfatizar o tom da pele. Isso vai fazer mais diferença do
que você pensa. Preste atenção para as pálpebras (a de baixo em
particular) e à área em baixo da sobrancelha. Existe uma grande
diferença agora que os tons de pele foram colocados. Esse tipo de
alteração vai em qualquer tipo de detalhe em um rosto, especialmente em
baixo de um nariz, em volta das narinas e dos olhos, mas também nos
cantos da boca e dos lados das narinas. Neste passo e no anterior, eu
manchei (ou, como diz MM, “smugiei!” hehehehe) as sobrancelhas um pouco
com o brush mostrado anteriormente.

Erros comuns: Esquecer da variação de cor da pele. Um rosto e todos seus detalhes parecem mortos sem pequenas diferenças.



Passo 15:
Continuando
nas variações de cor da pele em volta do olho, faça outra camada em
cima da primeira, e agora adicione texturas. Use um brush pequeno e com
pouca opacidade e forma, para rabiscar um pouco. O olho deste exemplo é
ligeiramente exagerado, mas a prática é a mesma. A pele NÃO é uma
textura lisa e de “pedra-polida”. Não é porcelana. Não esqueça de pelo
menos adicionar textura à pele e poros, às vezes somente com pequenas
mudanças do tom da pele. Vou dizer, muito feliz, que aprendi isso nos
fóruns de arte 3D – vendo aqueles artistas maravilhosos trabalhando com
textura de pele, a no final eu perguntava para mim mesma: por que não
pensei nisso antes? A coisa boa de deixar a textura em uma camada
separada é que você pode usar uma borracha suave para fazer algumas
manchas mais transparentes e outras mais opacas, dando um toque mais
real à elas. Adicione algumas marcas de nascença enquanto está nesta
parte.

Erros comuns: Deixar a textura toda igual. NÃO FAÇA ISSO!



Passo 16:
Pinte
os cílios usando um brush com bordas definidas. Deixe-os desordenados, e
não pinte-os muito longos. Coloque-os em uma camada diferente. Um boa
coisa para colocar na cabeça é que os cílios raramente vão até o canto
do olho, e normalmente é o que as pessoas pintam. Depois disso ter sido
feito, use uma combinação de um brush suave e a borracha para suavizar
as bordas dos cílios. Faça o mesmo para os cílios de cima, mas nete caso
lembre de não colocar os cílios muito para cima, isso faz parecer
falso.

Erros comuns: Pintar cílios falsamente longos, e
esquecer de deixá-los menores e mais finos a medida que chegam nos
cantos. Pior que isso, esquecer dos cílios.



Passo 17:
Estamos
chegando lá! A íris é uma abundância de texturas. Se você pegar um
espelho e olhar para seu próprio olho bem de perto, você verá que ele
não só tem formas radiando da pupila, mas que elas estão em camadas.
Camada em cima de camada de formas delicadas e coloridas. Uma coisa não
muito fácil de imitar. Mas nós vamos tentar, pintando pequenas linhas de
cor, uma em cima da outra. Não apague, se errar, continue pintando em
cima para parecer profundo e texturizado. No final, eu decidi suavizar
um pouco aquele ponto de luz, para deixar mais realista. É um bom truque
pensar sobre as condições de luminosidade de um desenho antes de
decidir onde as luzes devem ficar, e que forma devem ter. Mas neste
caso, eu somente borrei um pouco e adicionei um toque fraquinho de azul
(duvido que você consiga ver que tem um azul ali, mas tem!).

Erros comuns: Fazer a íris parecer lisa e sem textura, pintando somente uma camada e usando apenas uma cor com diferentes tons de brilho.



Passo 18:
Não há muito a dizer. Para o último passo, olhe para a imagem
procurando alguma coisa que você queira mudar ou fazer de forma
diferente – neste caso, adicionar mais sombreamento para o olho ou
adicionar um toque de brilho para a íris.



Sobre a autora: Linda Bergkvist
Linda
Bergkvist é uma renomada artista digital que mora atualmente na Suécia.
Ela participa do fórum da CGSociety, e seu site é: www.furiae.com.

Tutorial original: http://features.cgsociety.org/story_custom...3165&page=1


Veterano

Ver perfil do usuário
em Seg 18 Abr 2011, 12:17
Vlw Por Compartilhar.. =D

avatar
Silver Member

Ver perfil do usuário
em Seg 18 Abr 2011, 12:50
obg por compartilhar


Gold Member

Ver perfil do usuário
em Ter 19 Abr 2011, 22:38
Muito bom vlw por Compartilhar

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum

Compartilhe este Tópico!

Url direta
BBcode
HTML
Feito com    e muito    pela equipe Fox Design